Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Detran moderniza etapas de obtenção da CNH para garantir mais segurança e transparência
04/01/2022 14:12 em Notícias

Ao longo dos últimos 3 anos, o Governo de Mato Grosso, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), modernizou as etapas de formação de condutores no Estado com objetivo de garantir maior segurança e transparência no processo para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

As aulas teóricas ministradas nos Centros de Formação de Condutores (CFC) em todo Estado passaram a ser monitoradas de forma eletrônica pelo Detran-MT, através do reconhecimento facial e biometria do candidato e instrutor. As aulas também são filmadas para verificar a efetiva participação do aluno e coibir possíveis fraudes, constatando que o candidato cumpriu toda a carga horária estabelecida.

A prova teórica de direção também foi modernizada e agora é 100% digital. Para informatizar o exame, o Detran-MT adquiriu 300 novos computadores e leitores biométricos que foram instalados em todas as unidades da autarquia em Cuiabá, Várzea Grande e interior do Estado.

A prova teórica digital otimiza tempo e reduz gasto do dinheiro público com a impressão de provas manuais, além de garantir maior segurança e transparência no processo. “Com a implantação da prova teórica digital o Detran saiu da era do papel para aplicação dos exames de maneira informatizada, mais rápida e segura, aumentado em 290% a quantidade de provas aplicadas no Estado. Antes, apenas 22 Ciretrans aplicavam a prova de forma digital. Agora, todas as Ciretrans aplicam o exame 100% digital”, destacou o presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos.

Já para realização das aulas práticas, foi implantado o sistema de telemetria nos veículos dos mais de 300 Centros de Formação de Condutores de Mato Grosso. A telemetria permite o monitoramento das aulas de direção veicular utilizando a validação por foto e biometria do instrutor e candidato, além de localizadores de GPS instalados nos veículos das autoescolas para constatar o percurso realizado pelo aluno.

“A implantação do sistema nos veículos possibilita ao Detran constatar a qualidade da aula que está sendo ministrada, podendo acompanhar, em tempo real, onde o veículo está, quem está dirigindo, quem foi o instrutor e tempo de duração da aula. Desta forma inibimos fraudes no processo de formação e a má qualidade dos futuros condutores”, ressaltou o presidente.

O próximo passo para modernização das etapas será a utilização de tablets pelos examinadores durante a realização da prova prática de direção. Com isso, o resultado do exame será lançado de forma online no sistema do Detran. “Nossa meta é que em 2022 os examinadores já contem com essa ferramenta que vai otimizar o resultado do exame e dar fim a burocracia do processo em papel”, enfatizou Vasconcelos.

 

Banca examinadora

 

 

Uma das maiores cobranças da população junto ao Detran-MT, que vinha especialmente dos munícipes do interior do Estado, era quanto à celeridade na aplicação das provas práticas de direção. Muitos municípios precisavam aguardar até 90 dias para que a equipe da banca examinadora se deslocasse de Cuiabá e chegasse a essas cidades para a aplicação dos testes.

Para reduzir essa espera, o Detran-MT, através da Gerência de Escola Pública de Trânsito, capacitou diversos servidores que já reforçam o quadro da banca examinadora, que atualmente conta com 171 servidores. Com isso, o Detran-MT passou de 4 para 38 bancas fixas, alcançando 115 municípios, um aumento de 850%.

O presidente da Autarquia, Gustavo Vasconcelos, diz que o reforço da banca examinadora faz parte do projeto de melhoria do Detran-MT na formação de condutores no Estado e também contribuiu para colocar em dia toda a demanda represada de exames práticos de direção que ficaram interrompidas em virtude do avanço da pandemia do Covid-19 no Estado.

“Com a capacitação dos servidores proporcionamos maior autonomia ao interior do Estado descentralizando o serviço, dando mais agilidade na etapa final para a obtenção da CNH”, completou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: DETRAN MT

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!