Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Ministério da Saúde avalia que próximos dias serão decisivos no combate ao COVID-19
24/03/2020 14:08 em Notícias

Sinal de alerta ligado!

Com o número de ocorrências aumentando de forma assustadora, autoridades sanitárias brasileiras querem evitar que o quadro por aqui possa ser comparado a outros países, como a Itália.

O Brasil quer largar na frente e está testando soluções. Algumas delas caseiras, mas outras de cooperação internacional.

O Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que o Governo incentiva criação de patentes próprias para combater o coronavírus.

“Já surgem outras alternativas, que foram testadas na Itália, de um respirador você fazer a duplagem da saída e um respirador atender dois, que é possível com filtros.

Devemos padronizar soluções nossas, brasileiras, pra enfrentamento da crise, temos criatividade, temos indústrias, temos soluções, temos parcerias, temos iniciativa privada forte, Universidades boas, cientistas bons, temos uma força de trabalho aguerrida...”

O número de mortos já chega a 34. Isso dá uma taxa de letalidade no Brasil na ordem de 1,8%. O total de casos confirmados saiu de  1546 para 1891.

São Paulo lidera o número de pessoas infectadas com 745 casos, depois vem Rio de Janeiro com 233, Ceará com 163, Distrito Federal 133, Minas Gerais 128 e Rio Grande do Sul 86. Santa Catarina tem 68 casos, Bahia 63, Paraná 56, Pernambuco 42, Amazonas 32, Espírito Santo 29, Goiás 23, Mato Grosso do Sul 21, Rio Grande do Norte 13, Acre 11, Sergipe 10, Alagoas 7, Piauí 6, Pará e Tocantins 5, Rondônia tem 3, Maranhão, Paraíba, Roraima e Mato Grosso 2 e Amapá apenas 1 caso registrado.

 

De Brasília: Paulo Otaran

 

Fonte: Conteúdo Brasil

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!