Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Mais de 100 policiais caçam bando do novo cangaço que aterrorizou MT
09/06/2021 09:23 em Notícias

O governador Mauro Mendes (DEM) garantiu, na manhã desta terça-feira (08), que as Forças de Segurança de Mato Grosso estão empenhadas para capturar os bandidos que utilizaram reféns como escudo humano, durante o roubo de duas agências bancárias no interior.

Esse tipo de modalidade de assalto é chamado de ‘novo cangaço’. O crime foi registrado na última sexta-feira (04), quando uma quadrilha composta por pelo menos 15 criminosos invadiu uma Cooperativa de Crédito, no Centro de Nova Bandeirante (1026 km da Capital).

Após o roubo, os bandidos fugiram para uma região de mata. De acordo com Mauro, mais de 100 policiais estão no município para capturar os criminosos.

"A determinação é sempre agir com rapidez, com celeridade, cumpra-se a lei, com o rigor da lei, vá para campo, tem muita gente, mais de 100 policiais na região, Bope está lá com duas equipes, apoio aéreo do Ciopaer tentando encontrar esses bandidos”, afirmou.

“A equipe de inteligência está fazendo um belíssimo trabalho. Eu, ontem, acompanhei pessoalmente o trabalho, com o secretário [Alexandre] Bustamante, algumas das ações que estão sendo implementadas, mas eu posso garantir aos senhores que existe empenho máximo hoje da nossa polícia na região para prender esses bandidos”, completou governador.

 

 O roubo

A Polícia Militar informou que o bandido invadiu a agência bancária por volta das 10h da manhã. Armados com metralhadoras, fuzis e escopetas, os bandidos renderam funcionários e clientes, que foram colocados em fila na porta do banco e sem camisa, como escudo humano.

Assim que pegaram o dinheiro, os bandidos colocaram as vítimas em uma caminhonete e as levaram como reféns durante a fuga.

A informação preliminar é de que o bando teria apoio de um avião para fazer o transporte de todos, mas em determinado momento, os criminosos abandonaram os reféns e fugiram para uma região de mata.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: REPÓRTER MT

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!